-voltar-

História da Paróquia Santa Bárbara

A paróquia Santa Bárbara, de Encruzilhada do Sul, está localizada na região do Vale do Rio Pardo, região sul da Diocese. Pertence à Comarca Eclesiástica Encruzilhada do Sul. 

Pelos idos do século XVIII, muitos peregrinos passavam pelo cruzamento de estradas que mais tarde veio se caracterizar no topônimo “encruzilhada”. Bandeirantes, criadores de gado, tropeiros, aventureiros e soldados, estimulados pela concessão de sesmarias, a partir de 1732, vieram para se estabelecerem e começaram o povoamento na região.
A situação de insegurança e intranquilidade, devido às frequentes investidas dos espanhóis no território e também o ataque de índios guaranis, tornam esta região palco de constantes conflitos.
Segundo o historiador José Pedroso, a região da campanha de Encruzilhada já se encontrava povoada em 1784, principalmente por militares vindos de diversas partes do Brasil que recebiam sesmarias, lotes de terra como bonificação do governo, pelos serviços prestados. 
Durante vinte anos aproximadamente, a capela era o único oratório da região da Serra do Sudeste. Num contexto onde as distâncias eram dramáticas, padres de Rio Pardo prestavam assistência religiosa ao povoado. Foi quando em 1784, o bispado do Rio de Janeiro, autorizou a benção da capela existente na vila, onde Santa Bárbara foi escolhida para ser a Santa Padroeira e protetora da localidade e um serviço mínimo de atendimento pastoral foi instituído.
Em 1799, com a visita do Padre Bento Cortes de Toledo, a Capela de Santa Bárbara foi transformada em Curato e, Padre José Ribeiro Farias foi nomeado Cura, sendo substituído em 1803 pelo Padre Januário Fagundes de Sousa.
Em 1814, irrompeu o movimento em prol da elevação da vila de Encruzilhada em Freguesia, sendo organizada uma comissão que construiu e fundamentou o processo eclesiástico que foi sancionado por Dom João VI em 10 de janeiro de 1820. Criada em 1820, a paróquia só foi canonicamente legitimada em 17 de novembro de 1837. Na época, chamava-se Santa Bárbara de Encruzilhada
Apesar dos avanços conquistados, a Freguesia de Encruzilhada necessitava de diretrizes para redimensionar a vida religiosa paroquial. Foi quando em torno de 1837, Padre Feliciano Rodrigues Prates, enviado para ser pároco, começou a organizar os serviços eclesiásticos na paróquia da freguesia.
Uma estrutura pastoral foi construída tendo em vista a evangelização, a começar pela catequese das crianças, a assistência aos pobres e um melhor atendimento as questões litúrgicas. 
Quando o Padre Feliciano foi nomeado Bispo do Rio Grande do Sul reorganiza e amplia o sistema de Comarcas Eclesiásticas. Nesse contexto, cria a Comarca de Santa Bárbara de Encruzilhada, dando início assim a fase de consolidação da Igreja no Município.
Em 19 de julho de 1849, foi reconhecida no cenário político rio-grandense como município.
Em 1886, foi lançada solenemente a pedra fundamental da igreja de Encruzilhada. A execução do projeto foi confiada ao francês Francisco Hailliot. Quatorze anos depois houve a bênção do templo ainda inconcluso e os atos religiosos passaram a ser ali celebrados. Hailliot faleceu em 1883, sem ver a obra terminada, o que ocorreu em 1889, com a direção dos trabalhos exercida por Antônio Labriola que teria optado por modificar a planta original do templo, colocando uma torre apenas, sendo que na planta original eram previstas duas torres.
Em 10 de janeiro de 1934, o Padre Nicolau Hanquet, foi nomeado pároco de Encruzilhada. Permanecendo por mais de meio século veio a falecer em 12 de julho de 1987.
Durante seu ministério em Encruzilhada do Sul ativou o Apostolado da Oração, organização que existe até hoje. Introduziu o culto a Nossa Senhora, através da Associação Pia das Filhas de Maria. Ajudou na construção e organização do Hospital Santa Bárbara, sendo responsável pela vinda das irmãs Bernardinas que foram as primeiras dirigentes do hospital, irmandade essa que marcou presença na educação do município com a criação da escola paroquial Cristo Rei, que ministrava aulas até o 5° ano, além de ensinar latim e música. 
Em 1938, Encruzilhada foi elevada à cidade, começando a se chamar Encruzilhada do Sul sete anos depois.
Sendo o município de Encruzilhada constituído por uma população em sua maioria luso-brasileiro, o processo de evangelização necessariamente incorporou usos, costumes, crenças e devoções trazidas para o município por essa população. Destacam-se a Festa do Divino Espírito Santo e da Padroeira Santa Bárbara. Sempre acompanhadas de Novena, procissão e Missa Festiva. 
De longa data a paróquia mantém um trabalho forte de evangelização com os jovens. Com o tempo, devido a fatores econômicos e sociais, essas comunidades, bem como os grupos de jovens foram se esvaziando. O interior que era base para o movimento, sofreu um grande êxodo onde as comunidades diminuíram populacionalmente.
A paróquia atualmente conta, conforme levantamento de 2013, com 67 comunidades rurais e faz o atendimento dos centros comunitários urbanos, sendo que o trabalho pastoral é composto de vários setores que se distribuem pelas diferentes atividades eclesiásticas.
Um personagem ilustre da história de Encruzilhada foi João Cândido Felisberto, também conhecido como "Almirante negro", nascido em Encruzilhada em 1880 e falecido no Rio de Janeiro em 1969. João Cândido foi um militar da Marinha de Guerra do Brasil, líder da Revolta da Chibata, em 1910.

Este é resumo do Histórico escrito por João Batista Fontoura Cardoso, professor de História. Leia o histórico completo na Seção Downloads. 

Santa Bárbara
Encruzilhada do Sul

Comarca Eclesiástica: Encruzilhada do Sul

Município: Encruzilhada do Sul/RS

Padroeira: Santa Bárbara 

Fundação: 1837

Pároco: Pe. Rafael  Henrique Toillier

Vigário Paroquial: Pe. Joacir Meotti

População: 24.534 habitantes (IBGE 2010)

População Católica: 19.738 habitantes (IBGE 2010)

HORÁRIO DAS MISSAS

Quarta-feira 18 horas com transmissão da rádio
Sábado 18 horas
Domingo 8:30 com transmissão da rádio
Primeira Sexta-feira do mês 15 horas missa do Apostolado da Oração





FOTOS

Festa do Divino 2015 com Intronização da Imagem de Aparecida
24/05/2015
Dia 24 de maio foi a data marcante para ficar na história da Paróquia Santa B...
Festa do Divino 2015 com Intronização da Imagem de Aparecida
24/05/2015
Dia 24 de maio foi a data marcante para ficar na história da Paróquia Santa B...